quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sonho

Quando todos os erros puderem ser perdoados
Iremos voar, e nenhuma dor poderá ser sentida
Será como um mundo sob nossos pés que se esvai em sonhos

Quando nossos pés estiverem cansados
Podemos pintar de vermelho o arco-iris
E em um sonho falar baixinho tudo o que é verdadeiro

O que perdemos é deixado para trás
Quando tudo se vai a sonhar


Nenhum comentário: