sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A espera da Lua

Que venham as luas
Estrelas de chuva
Molhando a grama
Muita gente ou só uma

Que apaguem as luzes
Os ventos os conselhos
Se fecham os olhos
Em uma noite de chuva

Sozinho andando
Em meio a multidão
Escondendo quem sabe ou
procurando uma emoção

Os pingos de chuva
Ao bater no chão
São notas que formam
Um hino de solidão

Que passe o tempo
A saudade e a angústia
Que os olhos se encontrem
Em uma noite de lua

Veio a chuva forte, tempestade
Que fez fechar os olhos e fugir
A espera da lua

06/08/2006

ps. Me dei conta de quanta coisa velha tenho escrita. Vou postando aos poucos.

Nenhum comentário: