segunda-feira, 4 de julho de 2011

O fantástico mundo do Apanhador só

De rimas complexas a simples sentimentos Apanhador Só bem nos leva¹ a ponta dos pés², dos ouvidos, mãos e boca. Uma experiência sensorial completa, repleta de curiosidades que levam o espectador a um novo e fantástico mundo do Rock Gaúcho.
Na quinta feira, dia 30 de junho, se instaurou no teatro Renascença, em Porto Alegre, um portal para o mundo eletro acústico da banda Apanhador só. Tive o privilégio de presenciar o evento. Da primeira fila observei a genialidade de bicicletas, escaletas, chaveiros e outros brinquedos de curiosa produção sonora Enquanto Fernão, acompanhado de Martin, colocam fogo na cozinha, Felipe ataca com sua guitarra de articulações diferenciadas, Kupinski empresta ao público sua voz peculiar e riffs sonoros.

Apanhador só nos deixa a mensagem de que tudo é mutável, que existe esperança, pois se mais nada no mundo der certo, ainda podemos chorar e continuar neste nosso mundo de faz de conta.


1-Música "Bem me leve"
2-Música "Na ponta dos pés"

Nenhum comentário: