domingo, 31 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 34

Memórias de uma 50mm - Janela embaciada
(34º dia - 31/07/2011 - 12:40)


quinta-feira, 28 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 33

Memórias de uma 50mm - Nerd Spirit
(33º dia - 28/07/2011 - 12:10)



Homenagem a meu amigo Jean, que me presenteou com muitas cartas. Gostei muito valeu!!

Pra quem não sabe, esse é o clássico pacifismo "cuecão", além do efeito da carta no jogo tem o efeito moral, afinal, tem um cara de ceroula dando uma banda.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 32

Memórias de uma 50mm - Bergamota
(31º dia - 25/07/2011 - 17:17)


O sol saiu, ele pega na sala
Minha mãe come bergamota no sol
Portanto ela está na sala

Concluindo sem conclusão

Dia 20 foi meu aniversário, 28 primaveras.
Aniversário é uma data curiosa, assim como no ano novo, paramos para avaliar a vida.
Para rever o que foi visto, lembrar de momentos, fatos, perspectivas, atitudes, brigas, alegrias
risadas, sorrisos, tristezas, mágoas, cascas, novidades, cheiros, gostos, amigos, conhecidos, familiares etc, etc, etc.

No meu caso, este é um processo lento, que não aconteceu no dia 20, afinal, foi um dia um tanto quanto eufórico....

-----------------------------------------------pausa dramática -----------------------------------------

 Dizem que um mês antes do aniversário e o nosso inferno astral, aonde algo problemático assola nosso ser. Acho que esse ano o processo se inverteu, desde meu aniversário ando muito louco. Vou exemplificar da forma mais prática que eu consigo para que vocês, caros leitores entendam.

Já nem sei porque diabos estou escrevendo sobre isso!!! Só sei que queria escrever, assim, sem noção, sem pé nem cabeça e sem conclusão.

Vou acabando por aqui, deixando tudo no ar para que o vento leve para algum lugar.

As músicas mais apaixonadas 6


Porque Brillamos - Bacilos

Va a pasar algo ya verás
No tienes porqué discimular
Se muy bien a donde vas
Y no me pienso quedar atrás

Va a pasar algo ya lo sé
Siento la estática en la piel
Tus ojos no saben mentir
Son como un faro para mi

Cierra la puerta y dejame tocar
Una canción de viejos amores con tus manos
Tal vez debiamos aceptar, que nos perdimos
Y ya está, y ya esta

Y es que estamos como locos intentando
Apagar toda la luz que nace cuando nos miramos
Y que brilla y nos desnuda y nos descubre preguntando
Que sabemos del amor
Que sabemos del amor
Que sabemos del amor
Que sabemos del amor

Porque brillamos tu y yo
Es la pregunta y es la razón
Porque tuvimos que llegar
Porque seguimos mas allá

Tal vez seria el momento de escapar
Pero la vida no te sonrie cada viernes
Tal vez debiamos aceptar, que nos perdimos y ya esta, y ya esta

Que sabemos del amor...

nota. O que sabemos sobre amor?

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 31

Memórias de uma 50mm - Madrugadão
(31º dia - 22/07/2011 - 2:07)



Minha casa as 2 da madruga.
Trabalhando a essa hora, que coisa.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 30

Memórias de uma 50mm - Cavaleiro de cada um
(30º dia - 18/07/2011 - 14:33)



Li uma matéria que falava neles...aproveitei que fazia horas
que não tirava o pó dos bichinhos e fotografei.
Vamos fazer uma brincadeira, vou listar aqui os bonecos que eu tenho.
Enviem seu preferido por e-mail (rafaelilhescas@gmail.com) ou por comentário aqui.

O mais votado será fotografado até o final
das 50 fotos!!

Shyriu - 2 armadura
Shyriu - Roupas normais
Ikki
Pandora
Shura (Capricornio)
Aioros (sagitario)
Ziegfrid (asgard)
Hagen (Asgard)
Bian Cavalo Marinho (posseidon)
Mestre Shion

domingo, 17 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 29

Memórias de uma 50mm - festa
(29º dia - 11/07/2011 - 20:58)


sexta-feira, 15 de julho de 2011

Paradigmas dos tempos modernos

Filho: "Pai! Pai!"
Pai: "Que foi, Severino?"
Filho: "Como tu e a mãe se conheceram?"
Pai: "Ah, filho... é uma longa história..."
Filho: "Ahhhhh!!! Conta, paaaai"
Pai: "Bom... É.... Há X anos, havia um programa chamado mIRC, onde as pessoas teclavam umas com as outras pela internet..."
Filho: "O que é mIRC, pai?"
Pai: "Ah... É um programa de chat..."
Filho: "Tipo videoconferência?"
Pai: "Não, filho... Não tinha imagem... Apenas textos"
Filho: "Sem imagem???"
Pai: "É..."
Filho: "Nossa... Não imagino isso... Tinha troca de imagens, tipo o Facebook e o Google+?"
Pai: "Não... Na época a conexão não era tão boa para isso... Eram apenas textos... E em sua maioria preto e branco"
Filho: "Sem imagem??? Preto e Branco???"
Pai: "É..."
Filho: "Qual era a velocidade de conexão?"
Pai: "Ah... no início era 256k, logo que surgiu a banda larga, mas..."
Filho: "256k???? PUTA QUE PARIU, PAI!"
Pai: "VAI JÁ PRO QUARTO, BOCA SUJA"

by Diogo Nunes

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 28

Memórias de uma 50mm - work
(28º dia - 11/07/2011 - 22:00)


Semana pegada de trabalho!
Um chazinho na noite pra aliviar a tensão

terça-feira, 12 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 27

Memórias de uma 50mm - Bacalhau
(27º dia - 11/07/2011 - 21:09)



sexta-feira, 8 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 26

Memórias de uma 50mm - Diretoria
(26º dia - 7/07/2011 - 18:24)



Foto de ontem, mas so deu pra postar hoje.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Alegria do Povo

Um dia desses resolvi acompanhar um amigo até sua casa no centro, precisava matar tempo e além disso a conversa e a companhia eram deveras agradáveis. Depois de algum tempo parado em frente a seu prédio algo acontecia nos arredores.

Logo na esquina dobrava um "camarada" dando sua corrida diária, um carro e uma moto passavam sinal vermelho e convergiam em uma direção proibida, direção esta que ia de encontro a nosso amigo corredor.
Para completar a corriqueira cena, outro atleta aparecia perseguindo o "parceiria" que, nesta altura do campeonato, se mostrava um confiante e abusado meliante.

Não demorou a aparecerem sonoros gritos convidado o povo a brincadeira, "pega! pega!" gritava o motorista e o motociclista, que pararam quase em cima da calçada na frente do suspeito. Este não teve escolha se não entrar em um estacionamento, na tentativa de fuga.

Para sua surpresa, foi recebido com um educado soco na boca e uma calorosa rasteira. Enfim a alegria estava instaurada. O malandro foi amarrado, esmurrado e chutado. Enquanto a menina, que fora subtraída, atravessava a rua sobre seu salto, o agressor se transformava em vitima e gritava por socorro. Engraçado como no Brasil tem gente que passa de bandido a coitadinho em tão curto período de tempo.

Enquanto esperávamos o desfecho da história, observávamos com atenção o público que passava e se reunia em torno do acontecido.  Todos estalavam os beiços em sorrisos de prazer e euforia. Assim como eu, outros tinham em seus olhos um brilho de satisfação, de dever sendo cumprido. Não sejamos hipócritas, quem nunca quis dar um sopapo na boca de um assaltantezinho de meia tigela? Eu já!


Enfim a polícia chegou e todos foram para suas casas, carregando a dor de que nada mais aconteceria ao ladrão e a satisfação de ver, o que realmente, suas almas desejam de uma sociedade que é regida por quem prega a impunidade. Pena ter sido em tão pequena escala.

PS. História verdadeira ocorrida dia 6 de Julho 2011.

Memórias de uma 50mm dia 25

Memórias de uma 50mm - Ha ha!
(25º dia - 6/07/2011 - 14:30)



UHU!!!Chegamos na metade do projeto!!!
Para comemorar uma foto minha surpreendendo o note no meu escritoriosala.

ps. poxa, não é fácil ajustar a câmera no temporizador sozinho, tendo que focar eu mesmo hehe.

Aleatoriedades legais de fontes diferentes




Pra quem gosta de trilhas sonoras, o Pessoal do Nerd Office fez esta postagem. 
Segue o vídeo a cima, vale a pena perder um tempo e conferir!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

O fantástico mundo do Apanhador só

De rimas complexas a simples sentimentos Apanhador Só bem nos leva¹ a ponta dos pés², dos ouvidos, mãos e boca. Uma experiência sensorial completa, repleta de curiosidades que levam o espectador a um novo e fantástico mundo do Rock Gaúcho.
Na quinta feira, dia 30 de junho, se instaurou no teatro Renascença, em Porto Alegre, um portal para o mundo eletro acústico da banda Apanhador só. Tive o privilégio de presenciar o evento. Da primeira fila observei a genialidade de bicicletas, escaletas, chaveiros e outros brinquedos de curiosa produção sonora Enquanto Fernão, acompanhado de Martin, colocam fogo na cozinha, Felipe ataca com sua guitarra de articulações diferenciadas, Kupinski empresta ao público sua voz peculiar e riffs sonoros.

Apanhador só nos deixa a mensagem de que tudo é mutável, que existe esperança, pois se mais nada no mundo der certo, ainda podemos chorar e continuar neste nosso mundo de faz de conta.


1-Música "Bem me leve"
2-Música "Na ponta dos pés"

Memórias de uma 50mm dia 24

Memórias de uma 50mm - I love this winter days
(24º dia - 3/07/2011 - 12:21)



Memórias de uma 50mm dia 23

Memórias de uma 50mm - educação
(23º dia - 3/07/2011 - 17:19)




sexta-feira, 1 de julho de 2011

Memórias de uma 50mm dia 22

Memórias de uma 50mm - Apanhador de emoções
(22º dia - 30/06/2011 - 23:07)


Timbres sibilantes de acordes robustos, poesia sossegada em letras intimistas
de um faz de conta verdadeiro, apanham emoções alheias em uma experiencia sensorial
soberba de energia

Este é o "Apanhador Só"